Tamanho do texto

Agência alterou a perspectiva da nota de depósito e da dívida de longo prazo de "estável" para "negativa" de mais 13 bancos locais

As ações de bancos italianos recuaram expressivamente na Bolsa de Milão nesta jornada, após a agência Moody's alertar que pode reduzir a nota de crédito de uma série de instituições do país.

Ontem, a Moody's colocou os ratings de depósito e da dívida de longo prazo de 16 bancos italianos e o rating de emissor de longo prazo de duas instituições financeiras relacionadas com o governo da Itália em revisão para possível rebaixamento. Estão nesta lista o Intesa Sanpaolo, cujas ações cederam mais de 4% hoje, Banca Nazionale del Lavoro, Banca Padovana Credito Cooperativo e Cassa Depositi e Prestiti.

A agência alterou a perspectiva da nota de depósito e da dívida de longo prazo de "estável" para "negativa" de mais 13 bancos italianos, como Unione di Banche Italiane, Credito Emiliano, Banca Italease, Banca Popolare di Cividale e Banca Tercas.

Leia mais:

- Itália aprovará pacote de austeridade na quinta, diz Berlusconi

- Moody's pode rebaixar nota de crédito da Itália

- S&P rebaixa perspectiva dos ratings da Itália para negativa

- Itália minimiza alerta sobre dívida

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.