Tamanho do texto

Manifestação reuniu cerca de 300 pessoas; grupo também criticava aumento do superávit primário

selo

Cerca de 300 bancários realizam um protesto na tarde de hoje na Avenida Paulista, em São Paulo, a favor da redução da taxa básica de juros (Selic) e contra o aumento do superávit primário (economia do governo para o pagamento de juros da dívida pública). Militantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) também participam do ato em frente ao edifício do Banco Central (BC).

Às 13h30, o grupo estava reunido perto da Alameda Ministro Rocha Azevedo, no sentido Consolação. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito não era prejudicado porque os manifestantes ocupavam a calçada.

O Comitê de Política Monetária (Copom), que define a taxa básica de juros da economia do País, se reúne hoje e amanhã para decidir a Selic. Atualmente, a taxa está em 12,50% ao ano.