Tamanho do texto

Reunião afastou risco de guerra cambial, mas alimenta especulações do que o Fed adotará medidas para estimular a economia

A reunião do G-20 afastou o risco de uma guerra cambial, mas alimentou as especulações de que o Fed, o banco central americano, deverá adotar medidas para estimular a economia, levando as bolsas americanas a fecharem em alta.

O índice Dow Jones ganhou 0,28%, para 11.164 pontos; o Nasdaq subiu 0,46%, para 2.491 pontos; e o S&P 500 terminou aos 1.186 pontos, com alta de 0,22%. Os setores industrial e de commodities lideraram os ganhos. A desvalorização do dólar perante outras moedas vem tornando as exportações americanas mais competitivas.

As ações da Dupont subiram 1,9%, Caterpillar terminou em alta de 0,9%% e Alcoa avançou 1,2%. Bank of America e JP Morgan fecharam de lado depois de operar durante boa parte do dia no terreno negativo. O presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, confirmou hoje que o banco central americano abriu uma investigação sobre erros nas execuções hipotecárias e que os resultados preliminares devem estar prontos em novembro. Nas últimas semanas, grandes bancos suspenderam as execuções de hipotecas diante de denúncias de que os trâmites desses processos se deram de maneira inadequada, sem a cabida revisão de antecedentes. (Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.