Tamanho do texto

Empresa levantou R$ 461,5 milhões com a venda de 27,972 milhões de ações ordinárias, a R$ 16,50 cada

As ações ordinárias da fabricante de relógios Technos saíram a R$ 16,50 cada, no piso do intervalo de preço sugerido para a oferta inicial (IPO, na sigla em inglês) da companhia, que variava até R$ 20,50.

O resultado da oferta confirma o observado ontem com a Qualicorp: fraca demanda pelos papéis. A Qualicorp foi obrigada a vender seus papéis abaixo do preço previsto inicialmente para conseguir atrair interessados. Também hoje é esperada a precificação da oferta da BR Properties, que já possui ações listadas na BM&FBovespa.

A Technos levantou R$ 461,5 milhões com a venda de 27,972 milhões de ações ordinárias, o que inclui o registro de lote suplementar de 15%, segundo informações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Do total, R$ 180,6 milhões na oferta primária - cujos recursos vão para o caixa - e R$ 280,9 milhões na operação secundária, que serão embolsados pelos acionistas vendedores.

Criada em 1956 como representante da marca suíça homônima no Brasil, a Technos teve ações listadas na bolsa paulista até maio de 2005. Há pouco menos de três anos, foi adquirida pelos fundos de participações da DLJ, dedicados a ativos sul-americanos, e da Dynamo.

A fatia remanescente ainda em poder do fundador, Mario Hilário Goettems, foi adquirida no ano passado, junto com a participação da sócia Maria Estela Silvestrin. A empresa, que teve lucro líquido de R$ 37,5 milhões e receita líquida de R$ 218,3 milhões em 2010, planeja atuar nos mercados de óculos e semijoias. Além de dona das marcas Technos, Mariner e Euro, é representante no Brasil das linhas da Mormaii e Seiko. As ações reestreiam na BM&FBovespa nesta sexta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.