Tamanho do texto

O poderoso sindicato SNCTA convocou a greve de dois dias para exigir melhores condições de trabalho e de aposentadoria

Controladores de tráfego aéreo franceses entraram em greve nesta quarta-feira (8), o que levou ao cancelamento de 40% dos voos em todo o país.

Março:  Sindicato dos controladores de voo suspende greve após acidente na França

Viajantes esperam voos no aeroporto de Paris, França
AP
Viajantes esperam voos no aeroporto de Paris, França

O poderoso sindicato SNCTA convocou a greve de dois dias em uma disputa sobre melhores condições de trabalho e aposentadoria, afirmando por meio de um comunicado que "a interrupção é esperada em todo o país."

Nos principais aeroportos do país, Charles de Gaulle e Orly, foram registrados nas primeiras horas da manhã ligeiros atrasos, além dos cancelamentos anunciados na véspera pela Direção Geral da Aviação Civil (DGAC). O alerta antecipado evitou a formação de longas filas nos aeroportos.

No fim do dia, a DGAC deverá divulgar a previsão de voos a serem cancelados no segundo dia de greve, na quinta (9).

O principal sindicato de controladores do país convocou a paralisação de dois dias para exigir a abertura imediata de negociações sobre a organização do trabalho desses profissionais.

O secretário de Transportes, Alain Vidiales, lamentou a greve no momento em que começam as negociações.

*Com AP e Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.