Tamanho do texto

Alta é bem superior à previsão de R$ 2,44 feita pelo mercado no início do ano; euro cai 0,73% e Bolsa recua 2,91%

Dólar: um dos melhores invetimentos de 2014
Reuters/Eric Thayer
Dólar: um dos melhores invetimentos de 2014

dólar subiu 13% ante o real em 2014 e fechou o último pregão, nesta terça-feira (30) valendo R$ 2,66, segundo dados do Banco Central. O valor está bem acima dos R$ 2,44 previstos pelo mercado no início do ano, de acordo com o administrador de investimentos Fabio Colombo.

Um dos fatores a pressionar a moeda foi o anúncio do fim dos estímulos monetários nos Estados Unidos.

"Desse modo, o dólar se fortaleceu frente à maioria das outras moedas", afirma Colombo. "[ Em 2015 ] O câmbio deverá continuar pressionado, em função da piora de nossa da balança comercial e de pagamentos, e intenção do governo de favorecer as exportações."

Com a alta de 13%, o dólar foi um dos melhores investimentos de 2014, seguido de perto pelo ouro. Nas contas do administrador (que leva em consideração a cotação de R$ 2,67 para 2014) , o metal subiu 12,04% ante 12,99% da moeda americana.

O pior desemepenho ficou por conta da bolsa. O Ibovespa recuou 2,91% no ano, um desempenho considerado "sofrível" por Colombo. O tombo, entretanto, torna positivas as perspectivas para 2015.

"Em razão dos preços estarem bem depreciados, há boa chance de que em 2015 o ano seja bom para a nossa bolsa", afirma. "Vai depender de possível mudança de rumo pelo governo."

    Leia tudo sobre: bovespa