Tamanho do texto

IPC atingiu 0,51% na segunda prévia de dezembro; no ano passado, esse índice foi de 0,64%, de acordo os dados da Fipe

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, atingiu 0,51% na segunda prévia de dezembro, variação abaixo da registrada na apuração passada (0,64%). Quatro dos sete grupos pesquisados tiveram decréscimos, com destaque para alimentação (de 1,42% para 0,95%).

Dia 2: IPC-S aumenta em cinco capitais brasileiras

Mulher chinesa carrega sacolas em Beijing, China (arquivo)
Associated Press
Mulher chinesa carrega sacolas em Beijing, China (arquivo)

Apesar de ter sido constatada redução no ritmo de aumento de preços dos alimentos, esse grupo continua sendo o que mais pressiona o orçamento doméstico.

A segunda maior contribuição inflacionária foi verificada no grupo despesas pessoais (de 0,91% para 0,95%). Houve elevação ainda no grupo saúde (de 0,81% para 0,84%).

Novembro: Taxação de saques no exterior não impediu queda da arrecadação do IOF

Em compensação, o grupo habitação saiu de uma alta de 0,08% para 0,01%. Em transportes, o índice apresentou variação de 0,4% ante 0,42%; em vestuário, de 0,96% para 0,85%; e educação, de 0,04% para 0,03%.