Tamanho do texto

A expansão no segundo trimestre significa que a terceira maior economia da América Latina saiu da recessão

Reuters

Órgão oficial de estatísticas, o Indec, está desacreditado por acusações de manipulação de dados
Reuters
Órgão oficial de estatísticas, o Indec, está desacreditado por acusações de manipulação de dados

A Argentina disse nessa quarta-feira (24) que sua economia cresceu 0,9% no segundo trimestre deste ano ante o período imediatamente anterior, deixando para trás dois trimestres seguidos de contração.

LEIA MAIS: Crise argentina já tirou US$ 1,9 bilhão do Brasil

A expansão no segundo trimestre significa que a terceira maior economia da América Latina saiu da recessão, apesar de a cifra ter despertado algumas dúvidas, já que o órgão oficial de estatísticas, o Indec, está desacreditado por acusações de manipulação de dados.

Segundo os dados oficiais, em meio a alta inflação e baixo consumo, a economia encolheu no primeiro trimestre 0,5% ante ao último trimestre de 2013, de acordo com dados revisados.

O Indec também revisou o dado da economia no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2013, que passou de uma queda de 0,2 por cento para um crescimento de 0,3%.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a economia argentina ficou estagnada no segundo trimestre, acrescentou a entidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.