Tamanho do texto

Alguns investidores especulam que o banco central europeu possa adotar um programa de compra de ativos para impulsionar a combalida economia da zona do euro

Reuters

Dólar fechou em alta ante o real
Carlos Severo/Fotos Públicas
Dólar fechou em alta ante o real

O dólar fechou em alta ante o real nesta segunda-feira (1º), mas manteve-se abaixo de R$ 2,25, em um dia de baixo volume de negócios devido ao feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos.

LEIA MAIS: Dólar fecha quase estável ante real, mas cai 1,4% em agosto

Expectativas de novos estímulos pelo Banco Central Europeu (BCE) também contribuíram para a baixa do dólar pela manhã.

À tarde, no entanto, a moeda dos Estados Unidos passou a subir e fechou em alta de 0,26%, a R$ 2,2448 na venda. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 800 milhões, abaixo da média diária do mês passado, de US$ 1,2 bilhão.

"Hoje foi um dia tranquilo e de poucas notícias", afirmou o estrategista-chefe do Banco Mizuho Luciano Rostagno.

Investidores devem manter a atenção à próxima reunião do BCE nesta quinta-feira. Alguns investidores especulam que o banco central europeu possa adotar um programa de compra de ativos para impulsionar a combalida economia da zona do euro.

"Tivemos um começo tranquilo para uma semana que vai ser agitada. E, daqui para frente, enquanto nos aproximamos das eleições, o mercado só tende a ficar mais nervoso", afirmou o operador de câmbio da corretora Intercam Glauber Romano.

Pela manhã, o Banco Central brasileiro vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que correspondem a venda futura de dólares, como parte de seu programa de atuações diárias. Foram 1,5 mil contratos para 1º de junho e 2,5 mil para 1º de setembro de 2015, com volume equivalente a US$ 197,8 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.