Tamanho do texto

O índice japonês Nikkei contrariou a tendência encerrando o dia com alta de 0,29%

Reuters

Mulher observa indicador eletrônico das ações negociadas na Bolsa de Tóquio
Associated Press
Mulher observa indicador eletrônico das ações negociadas na Bolsa de Tóquio

A maioria dos mercados asiáticos caiu nesta terça-feira (17), com o crescente conflito no Iraque e disputa por gás entre a Ucrânia e a Rússia minando o apetite de investidores por ativos de mais risco.

Às 7h34 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,15%. O índice japonês Nikkei contrariou a tendência encerrando o dia com alta de 0,29%, embora ainda esteja em queda na semana até agora.

Os preços do petróleo permaneceram perto de máximas recordes em nove meses depois que combatentes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante tomaram grande área do norte do Iraque e ameaçavam tomar uma importante refinaria de petróleo.

"O avanço de extremistas para Bagdá ou o bombardeio de forças dos Estados Unidos levarão os preços de petróleo nos EUA fiquem acima de US$ 110. Isso seria um fardo para a economia mundial no curto prazo", disse o estrategista-chefe do Sumitomo Mitsui Banking Corp, Daisuke Uno.

- Balança comercial deve fechar 2014 com déficit de US$ 2 bilhões, diz Ibre-FGV

As tensões na Ucrânia não mostraram sinais de arrefecimento, à medida que a Rússia interrompeu o fornecimento de gás à Ucrânia na segunda-feira, movimento que pode também prejudicar o abastecimento ao restante da Europa e os esforços de paz entre os ex-vizinhos soviéticos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.