Tamanho do texto

Mantega afastou riscos de abalo na economia, citando que País conseguiu driblar a crise internacional de 2008

O ministro Guido Mantega fez há pouco projeção otimista do desempenho da economia brasileira, manifestando a expectativa de um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), este ano, superior ao obtido no ano passado (2,3%), ao falar a um grupo de estudantes em aula inaugural da Escola de Economia de São Paulo (EESP) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

-Leia também: PIB vai crescer 2% em 2014, diz Banco Central

Ele foi homenageado pelos estudantes por ter completado oito anos ininterruptos no cargo, tornando-se o titular da pasta que ficou mais tempo na função.

Mantega:
Agência Brasil
Mantega: "ainda existem problemas de transição, mas existe uma luz no fim do túnel."

“Não é uma recuperação tão forte. Ainda existem problemas de transição, mas existe uma luz no fim do túnel”, disse ele.

Mantega também afastou riscos de um abalo na economia, citando que o País conseguiu driblar os efeitos da crise internacional de 2008 por ter tido a chance de recorrer às boas reservas internacionais do período em US$ 200 bilhões, volume que subiu para US$ 377 bilhões, e de manter para este ano a previsão de superávit primário na faixa de 1,9% do PIB.

O ministro também sinalizou que a inflação, embora afetada por questões momentaneas como o aumento de preços dos alimentos, deverá atingir a meta esperada pelo governo.

Ele também rebateu críticas de análises pessimistas, dizendo que nos últimos lançamentos de títulos no mercado futuro, o País tem obtido boa aceitação, o que demonstra confiança dos investidores estrangeiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.