Tamanho do texto

Confiança dos consumidores norte-americanos subiu mais que o esperado em março

Reuters

Índice japonês Nikkei subiu 0,37%
AP Photo/Koji Sasahara
Índice japonês Nikkei subiu 0,37%

As ações asiáticas dispararam para máximas de duas semanas nesta quarta-feira (26), com dados positivos dos Estados Unidos e um atenuamento das preocupações sobre a crise na Ucrânia/Crimeia dando um impulso muito necessário à confiança dos investidores.

Às 7h27 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 1,18%, chegando a atingir o seu maior nível desde 11 de março, enquanto o índice japonês Nikkei subiu 0,37%.

A confiança dos consumidores norte-americanos subiu mais que o esperado em março, ao maior nível desde janeiro de 2008, e os preços de moradias nos EUA aumentaram de maneira sólida em janeiro .

Os dois relatórios foram os mais recentes de uma série de leituras positivas sobre a economia dos EUA, dando mais crédito à visão de que a fraqueza no começo deste ano estava relacionada ao clima ruim e não a uma fraqueza econômica inerente.

Veja também: Gol tem prejuízo líquido de R$ 19,3 milhões no 4º trimestre de 2013

O apetite por risco também recebeu um impulso das percepções de que tensões geopolíticas sobre a Ucrânia estão se atenuando depois que uma reunião entre líderes do Ocidente terminou com pouco mais do que advertências contra a Rússia. .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.