Tamanho do texto

O FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, teve variação negativa de 0,02%, aos 1.351 pontos

Reuters

As ações europeias fecharam quase estáveis nesta terça-feira (25), recuperando as perdas no fim da sessão em linha com a alta das bolsas dos Estados Unidos, apesar da queda no setor de mineração após novo golpe proveniente da China e perspectivas corporativas fracas.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, teve variação negativa de 0,02%, aos 1.351 pontos.

-Leia também: ações europeias atingem máxima em seis anos, impulsionadas por Espanha

Após ter um ano difícil em 2013 devido a preocupações com a desaceleração do crescimento no maior consumidor de metais do mundo, o índice de matérias-primas do STOXX Europe 600 começou o ano positivamente, avançando 8% para a máxima de fevereiro, para então ceder cerca de metade desses ganhos nos últimos quatro dias.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,52%, aos 6.830 pontos
Bolsa Europeia
Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,52%, aos 6.830 pontos

A tendência acelerou, levando o setor a registrar o pior desempenho diário em três semanas, ampliando a queda da sessão anterior, após a fraqueza no iuan reforçar esforços recentes de Pequim para conter o crédito bancário.

Embora alguns investidores tenham sido atraídos de volta ao setor de matérias-primas pela crença de que boa parte das notícias ruins já está no preço, a atual temporada de balanços trouxe poucas evidências até agora.

Esses problemas foram sentidos nesta terça-feira (25), com o papel da Fresenius Medical Care figurando entre as maiores quedas, recuando 5,7% após inesperadamente projetar novo declínio no lucro em 2014.

Estimativas fracas também pressionaram os papéis da Vivendi, da GKN e da Seadrill. As ações recuaram entre 1,0 e 6,1%.

Em LONDRES , o índice Financial Times fechou em baixa de 0,52%, aos 6.830 pontos.

Em FRANKFURT , o índice DAX caiu 0,10%, para 9.699 pontos.

Em PARIS , o índice CAC-40 perdeu 0,10%, para 4.414 pontos.

Em MILÃO , o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,02%, para 20.473 pontos.

Em MADRI , o índice Ibex-35 avançou 0,48%, para 10.242 pontos.

Em LISBOA , o índice PSI20 encerrou em alta de 0,47%, para 7.341 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas