Tamanho do texto

Hoje, divulgação deve ser feita em jornais de grande circulação; regra vale a partir de março

Segundo CVM, divulgação online visa agilizar disseminação de atos e fatos relevantes
Thinkstock/Getty Images
Segundo CVM, divulgação online visa agilizar disseminação de atos e fatos relevantes

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou nesta quarta-feira (5) uma instrução pela qual autoriza as companhias com capital aberto a divulgar comunicados em portais online a partir de março, e não apenas em jornais de grande circulação, como ocorre atualmente.

Segundo a CVM, o intuito é facilitar e agilizar a disseminação de atos e fatos relevantes e contribuir para a queda nos custos de manutenção das companhias abertas, "aumentando, assim, a atratividade do mercado de capitais como alternativa de financiamento".

Em comunicado, a autarquia esclareceu que a principal modificação em relação à minuta que havia sido colocada em audiência pública foi a redução da exigência de três para apenas um portal de notícias se a companhia optar pela divulgação em meio eletrônico.

O documento em questão também deverá ser disponibilizado no site da CVM e da empresa, e "quando for o caso, no mercado onde os valores mobiliários forem admitidos à negociação".

A medida passará a valer a partir de 10 de março.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.