Tamanho do texto

Do total aplicado, 65% foram destinados à aquisição de imóveis novos e 35%, de usados

Reuters

Depois de registrar um recorde em contratações do crédito imobiliário em 2013 e superar a previsão para o período, a Caixa Econômica Federal estima que a modalidade continue crescendo em 2014, ficando de 10% a 20% acima do registrado no ano passado.

-Leia também: Ministério Público abre investigação sobre poupanças encerradas pela Caixa

Em 2013, o crédito imobiliário da Caixa totalizou R$ 134,9 bilhões, ante uma estimativa de R$ 130 bilhões para o ano, informou a instituição nesta segunda-feira (27).

De acordo com o banco, do montante aplicado no último ano, 65% foram destinados à aquisição de imóveis novos e 35% para usados.

Os financiamentos para aquisição ou construção de imóveis individuais corresponderam a R$ 79,12 bilhões
Brasil Econômico/Marcela Beltrão
Os financiamentos para aquisição ou construção de imóveis individuais corresponderam a R$ 79,12 bilhões

"No total, foram R$ 61,64 bilhões em aplicações com recursos da poupança (SBPE), mais de 50% de tudo o que foi feito no mercado", disse o banco, em comunicado.

Outros R$ 41,22 bilhões foram das linhas que utilizam recursos do FGTS e R$ 20,47 bilhões de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). As demais fontes somaram R$ 11,57 bilhões.

Os financiamentos para aquisição ou construção de imóveis individuais corresponderam a R$ 79,12 bilhões e os financiamentos para a produção de imóveis atingiram R$ 55,83 bilhões.

"O financiamento direto à produção vem apresentando crescimento significativo nos últimos anos, saindo de 14% do total do crédito imobiliário do banco, em 2007, para 41% do total aplicado em 2013", acrescentou a Caixa.

Minha Casa, Minha Vida

O Minha Casa Minha Vida encerrou o ano com 900 mil unidades contratadas, levando para 3,24 milhões de unidades contratadas desde o lançamento do programa, disse o banco.

Até o final de 2013, o programa do governo entregou mais 1,5 milhão de moradias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.