Tamanho do texto

O índice MSCI acumula alta de 2,1% até agora neste mês, a caminho de encerrar uma série de dois meses de perdas

Reuters

As ações chinesas subiram depois que Pequim prometeu manter o crescimento econômico estável no segundo semestre do ano, em meio a uma pausa da força no mercado antes do resultado da reunião de política do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (31).

O Fed divulgará seu comunicado pós-reunião às 15h (horário de Brasília), mas não haverá entrevista à imprensa do chairman do banco, Ben Bernanke.

Bolsas internacionais
Getty Images
Bolsas internacionais

"Os traders do mundo todo parecem estar em modo de espera antes do resultado da reunião do Fed sobre o momento da redução do quantitative easing (programa de compra de títulos)", disse o gerente-chefe de fundos Mitsushige Akino, da Ichiyoshi Asset Management, em Tóquio.

O índice chinês CSI300 subiu 0,17%, depois que autoridades prometeram manter o crescimento estável no segundo semestre de 2012, ao mesmo tempo em que avançam com as reformas e a reestruturação. Porém, o índice ainda acumula queda de quase 13% neste ano.

Veja também: União Europeia e China resolvem disputa comercial sobre painéis solares

Às 7h45 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,6 por cento. O índice acumula alta de 2,1% até agora neste mês, a caminho de encerrar uma série de dois meses de perdas, embora esteja em baixa de 5% até agora neste ano.

As ações japonesas caíram 1,45% em pregão de baixo volume, devolvendo parte do ganho de 1,5% na sessão anterior. Mesmo assim, o índice está em alta de 31,5% em 2013, impulsionado pelas políticas de estímulo agressivas do governo que visam a recuperar a economia.