Tamanho do texto

Ibovespa terminou em queda de 0,42%, aos 49.212 pontos; giro financeiro foi de R$ 4,388 bi

A agenda esvaziada, interna e externamente, nesta última segunda-feira (29) do mês propiciou ambiente para realização de lucros na Bovespa, principalmente depois de a Bolsa brasileira ter acumulado 9,3% de ganhos nas três semanas anteriores.

-Veja também: de olho na decisão do Fed, dólar sobe pela segunda sessão seguida

A queda da sessão, que acompanhou igual movimento dos mercados acionários americanos, ocorreu em ambiente de giro baixo, sinal de que o mau humor com o mercado doméstico pode ter suavizado.

O Ibovespa terminou com perda de 0,42%, aos 49.212,33 pontos. Na mínima, registrou 48.975 pontos (-0,90%) e, na máxima, alcançou 49.461 pontos (+0,08%). No mês, acumula ganho de 3,70% e, no ano, queda de 19,26%. O volume financeiro da sessão somou R$ 4,388 bilhões. Os dados são preliminares.

No mês, o Ibovespa acumula ganho de 3,70% e, no ano, queda de 19,26%
Getty Images
No mês, o Ibovespa acumula ganho de 3,70% e, no ano, queda de 19,26%

Mais cedo, saíram nos EUA o índice de atividade das empresas medido pelo Federal Reserve de Dallas, que caiu para 4,4 em julho, de 6,5 em junho, e o número de compradores de imóveis que assinaram contratos para compra de residências usadas, que recuou 0,4% em junho, ante previsão de aumento de 0,1%. Já o índice de atividade industrial do Meio-Oeste, elaborado pelo Federal Reserve de Chicago, subiu 0,4% em junho ante maio.

O Dow Jones fechou com baixa de 0,24%, aos 15.521,97 pontos. O S&P recuou 0,37%, aos 1.685,34 pontos, e o Nasdaq terminou com desvalorização de 0,39%, aos 3.599,14 pontos.

Internamente, Usiminas mais uma vez esteve entre as maiores altas do Ibovespa, depois de ter tido a recomendação elevada por BTG Pactual e Itaú BBA. A ação ON subiu 6,31% e ficou na segunda posição do índice, seguida da PNA, com +4,78%. CSN ON acompanhou de perto a trajetória e avançou 2,01%.

As blue chips Petrobras e Vale recuaram. Petrobras ON caiu 1,98%, PN, 1,59%, Vale ON, 1,30%, e Vale PNA, 1,20%. O preço do minério de ferro iniciou a semana em queda, de 0,7%, no mercado spot (à vista) chinês, a R$ 131,70 a tonelada seca.

    Leia tudo sobre: Bovespa