Tamanho do texto

O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) passou de 54,7% em maio para 55,2% em junho

Agência Estado

Estoque de operações de crédito chegou a R$ 2.531 milhões em maio
SXC
Estoque de operações de crédito chegou a R$ 2.531 milhões em maio

O estoque de operações de crédito do sistema financeiro subiu 1,8% em junho ante maio e chegou a R$ 2,531 trilhões, segundo anunciou nesta sexta-feira o Banco Central (BC). No trimestre encerrado no mês passado, a carteira cresceu 4,3% e, no primeiro semestre do ano, houve alta de 6,9%. Em 12 meses até junho, a elevação foi de 16,4%.

De acordo com a autoridade monetária, o crédito livre aumentou 0,9% no mês e 9,7% em 12 meses, enquanto o direcionado subiu 2,9% em junho e 26,6% em 12 meses. No crédito livre, houve crescimento de 0,2% para pessoas físicas no mês, 3,3% no acumulado do ano e 7,9% em 12 meses. Para as empresas, no crédito livre, houve expansão de 1,7% no mês e altas de 3,4% no ano e de 11,6% em 12 meses. O BC informou ainda que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) passou de 54,7% em maio para 55,2% em junho.

Juro médio

A taxa média de juros no crédito livre subiu de 25,8% ao ano em maio para 26,5% ao ano em junho. Para a pessoa física, a taxa média de juros no crédito livre passou de 34,2% ao ano para 34,9% ao ano, no período, enquanto para a pessoa jurídica, avançou de 18,5% ao ano para 19,3% ao ano.

Veja também: Crédito imobiliário atinge R$ 49,6 bilhões e tem melhor semestre desde 1995

Entre as principais linhas de crédito livre para a pessoa física, destaque para o cheque especial, cuja taxa subiu de 136,3% ao ano para 136,8% ao ano na mesma comparação. Para o crédito pessoal, avançou de 36,7% ao ano para 38,1% ao ano. Para veículos, por outro lado, os juros caíram de 19,7% ao ano para 19,5% ao ano. A taxa média de juros no crédito total, que inclui também as operações direcionadas, subiu de 18,1% ao ano em maio para 18,5% ao ano em junho. O juro médio do crédito direcionado passou de 6,9% ao ano para 7,1% ao ano na mesma comparação.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.