Tamanho do texto

O índice FTSEurofirst 300 encerrou com alta de 0,6%, a 1.214 pontos. Em Londres, o índice Financial Times subiu 0,35%, a 6.620 pontos

Reuters

Índice FTSEurofirst 300 encerrou com alta de 0,6%, a 1.214 pontos
Getty Images
Índice FTSEurofirst 300 encerrou com alta de 0,6%, a 1.214 pontos

As ações europeias fecharam no maior nível em oito semanas nesta quarta-feira (24), lideradas por papéis que em geral registram melhores desempenhos durante recuperação econômica depois que pesquisas favoráveis sobre a zona do euro e alguns resultados empresariais fortes impulsionaram o desempenho.

O índice FTSEurofirst 300 encerrou com alta de 0,6%, a 1.214 pontos, maior nível de fechamento desde o final de maio. O índice ganhou aproximadamente 10% desde a mínima atingida no mês passado.

Veja também: Nasdaq lucra 5,4% menos no 2º trimestre

Relatórios mostraram que o setor industrial privado da zona do euro retomou inesperadamente o cresicmento neste mês, à medida que as fábricas aumentaram a produção pela primeira vez em mais de um ano.

"Estamos olhando agora para o mercado europeu de forma um pouco mais positiva e comprando cautelosamente nas baixas. Acreditamos que as ações estão bem posicionadas em termos de melhores indicadores econômicos e conforme os resultados estão começando a supreender positivamente", afirmou o diretor de investimento da Octopus Investments, Oliver Wallin.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,35%, a 6.620 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,78%, para 8.379 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve alta de 1,01%, a 3.962 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 1,26%, para 16.442 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 fechou em alta de 1,47%, a 8.192 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 1,5%, para 5.737 pontos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.