Tamanho do texto

Índice fechou o dia aos 48.574,09 pontos; giro financeiro do pregão foi de R$ 5,581 bilhões

Depois de ter registrado uma pausa na trajetória de alta na última sexta-feira (22), a Bovespa retomou os ganhos neste início de semana e recuperou os 48 mil pontos, de onde saiu há um mês. Os ganhos foram generalizados, sustentados por compras de investidores estrangeiros, com destaque para CSN, Usiminas, Petrobrás e Oi. Bradesco, que abriu a temporada de balanços dos bancos, também teve alta expressiva.

-Veja também: dólar recua 0,13% e é cotado a R$ 2,236

O Ibovespa terminou o dia com valorização de 2,48%, aos 48.574,09 pontos. Na mínima, registrou 47.407 pontos (+0,01%) e, na máxima, 48.879 pontos (+3,12%). No mês, voltou a acumular ganhos, de 2,35%, mas, em 2013, tem perda de 20,31%. O giro financeiro totalizou R$ 5,581 bilhões. Os dados são preliminares.

Profissionais atribuíram a recuperação à agenda tranquila deste início de semana. Como os preços domésticos estão bastante deteriorados, houve compras de oportunidades, principalmente pelo investidor estrangeiro.

 No mês, o Ibovespa voltou a acumular ganhos, de 2,35%, mas, em 2013, tem perda de 20,31%
Divulgação
No mês, o Ibovespa voltou a acumular ganhos, de 2,35%, mas, em 2013, tem perda de 20,31%

No exterior, as bolsas americanas fecharam majoritariamente em alta. O setor de tecnologia favoreceu o desempenho da sessão, com os investidores à espera do balanço da Apple, amanhã. Mais cedo, dois indicadores fracos e o balanço do McDonald's pressionaram o índice para baixo.

O índice de atividade nacional da unidade de Chicago do Federal Reserve subiu a -0,13 em junho, de -0,29 em maio, permanecendo no terreno negativo pelo quarto mês seguido. As vendas de moradias usadas nos EUA cederam 1,2% em junho ante maio, para o montante sazonalmente ajustado de 5,08 milhões de unidades. Havia previsão de alta de 1,9%. Mas, mesmo com a queda, o número é o segundo mais alto desde novembro de 2009.

O Dow Jones terminou o dia com ligeira alta de 0,01%, aos 15.545,55 pontos. O S&P teve alta de 0,20%, aos 1.695,53 pontos, e o Nasdaq teve elevação de 0,36%, aos 3.600,39 pontos.

Aqui, Petrobras foi uma das escolhas do investidor e terminou com ganhos de 2,07% na ON e 2,64% na PN. Vale ON subiu 1,65% e PNA, 1,86%.

No setor siderúrgico, CSN ON avançou 5%, Usiminas PNA, 3,85%, Gerdau PN, 1,68%, e Gerdau Metalúrgica PN, 1,68%.

Bradesco, o primeiro banco a divulgar balanço do segundo trimestre , registrou elevação de 3,67% na ação PN, a R$ 28,79, e de 3,45% na ON, a R$ 32,12. O banco anunciou lucro líquido contábil de R$ 2,949 bilhões, aumento de 4,1% na comparação com o resultado visto de abril a junho de 2012, de R$ 2,833 bilhões.

Oi PN disparou 15,62% e liderou as altas do Ibovespa, seguida por sua ação ON, com +14,86%. Na terceira posição, MMX ON avançou 9,56%.

    Leia tudo sobre: Bovespa