Tamanho do texto

O índice FTSEurofirst 300 fechou com variação negativa de 0,01%, a 1.209 pontos

Reuters

Em Madri, o índice Ibex-35 fechou em queda de 0,18%, a 7.943 pontos
Bolsa Europeia
Em Madri, o índice Ibex-35 fechou em queda de 0,18%, a 7.943 pontos

As ações europeias tiveram a quarta semana consecutiva de ganhos, apesar de fecharem praticamente estáveis nesta sexta-feira (19), pressionadas pela fraqueza do setor de tecnologia, depois de lucros decepcionantes de duas empresas dos Estados Unidos.

-Veja também: bolsas da Europa atingem máxima em seis semanas

O índice FTSEurofirst 300 fechou praticamente estável, com variação negativa de 0,01%, a 1.209 pontos, apesar da alta de 1,1% na semana.

O índice recuperou 8,8% de sua perda de junho, já que o Federal Reserve, banco central americano, buscou diminuir a ansiedade de que a redução dos estímulos aconteceria em breve, segundo mensagem reiterada pelo chairman Ben Bernanke, nesta semana.

O setor de tecnologia europeu caiu 0,7% depois de a empresa de software Microsoft e do gigante da internet Google registrarem resultados fracos..

Este cenário pesou sobre a fabricante de chip ARM, que teve queda de 2,6%, antes da divulgação dos seus resultados na próxima quarta-feira (19). A empresa de software SAP caiu 2,4%, depois de uma série de analistas cortarem os preços alvos da ação devido aos seus resultados recentes.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,06%, a 6.630 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,07%, para 8.331 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 teve queda de 0,06%, a 3.925 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 0,44%, para 16.124 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 fechou em queda de 0,18%, a 7.943 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 caiu 0,78%, para 5.524 pontos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.