Tamanho do texto

O número é a diferença entre a entrada de US$ 18,157 bilhões no Brasil e a saída de US$ 19,677 bilhões. No acumulado do ano, o fluxo cambial está positivo em US$ 8,429 bilhões

Agência Estado

No acumulado do ano até o dia 12 de julho, o fluxo cambial está positivo em US$ 8,429 bilhões
Getty Images
No acumulado do ano até o dia 12 de julho, o fluxo cambial está positivo em US$ 8,429 bilhões

A saída de dólares continua superando a entrada no Brasil. O fluxo ficou negativo em US$ 1,105 bilhão em julho até o dia 12, de acordo com dados do Banco Central. No segmento financeiro, que inclui investimentos estrangeiros e remessas de lucros, entre outras operações, o saldo ficou negativo em US$ 1,520 bilhão no período. O número é a diferença entre a entrada de US$ 18,157 bilhões e a saída de US$ 19,677 bilhões. Já as operações comerciais ficaram positivas em US$ 415 milhões no período. As exportações somaram US$ 7,173 bilhões. O valor inclui operações de Adiantamento sobre Contratos de Câmbio (ACC), de US$ 1,366 bilhão; Pagamento Antecipado (PA), de US$ 1,595 bilhão; e demais operações, no total de US$ 4,212 bilhões. As importações ficaram em US$ 6,758 bilhões.

No acumulado do ano até o dia 12 de julho, o fluxo cambial ainda está positivo em US$ 8,429 bilhões, com saída de US$ 8,845 bilhões no segmento financeiro e entrada de US$ 17,274 bilhões no comercial. No mesmo período de 2012, o fluxo estava positivo em US$ 22,731 bilhões, com entrada de US$ 3,607 bilhões no segmento financeiro e de US$ 19,124 bilhões no comercial.

Na semana entre os dias 8 e 12 de julho, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 325 milhões. No segmento financeiro, o fluxo ficou negativo em US$ 158 milhões na semana. O número é a diferença entre a entrada de US$ 6,973 bilhões e a saída de US$ 7,131 bilhões. Nas operações comerciais, as importações superaram as exportações em US$ 167 milhões no período. As vendas externas somaram US$ 3,146 bilhões - valor que inclui operações de ACC (US$ 676 milhões), Pagamento Antecipado (US$ 797 milhões) e demais operações (US$ 1,673 bilhão). As importações ficaram em US$ 3,313 bilhões.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.