Tamanho do texto

Participação anterior do empresário na petroleira era de 58,92%. Sucessivas frustrações têm motivado forte queda das ações

Reuters

Ao lado da presidente Dilma, Eike Batista participa de evento da OGX
Reuters/Ricardo Moraes
Ao lado da presidente Dilma, Eike Batista participa de evento da OGX

O empresário Eike Batista, controlador da petroleira OGX, reduziu sua fatia na companhia em junho e sua participação passou para 57,18%, segundo informações enviadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira. A participação anterior de Eike era de 58,92%.

Leia também: EBX, de Eike, confirma reestruturação de acordo com fundo Mubadala

Foram realizadas operações de venda, entre os dias 7 e 13 de junho, de 56,16 milhões de papéis em um total de R$ 75,37 milhões.

Em 13 de junho, Eike disse que não tinha intenção de vender em bolsa mais ações da sua petroleira, após se desfazer de papéis da companhia no fim de maio, o que na ocasião aumentou a desconfiança de investidores sobre a empresa.

Desde o ano passado, as campanhas exploratórias da OGX têm obtido resultados muito inferiores ao estimados pela companhia. No começo do mês, a empresa suspendeu 3 campos de petróleo, parou a construção de 5 plataformas e avisou que não investiria mais no aumento da produção dos poços do campo de Tubarão Azul, que pode parar de extrair petróleo em 2014.

Veja mais: Petrolífera de Eike sofre novo revés em planos de exploração

As sucessivas frustrações com a produção e a queima de caixa da OGX têm motivado forte queda de suas ações, contagiando outras companhias de Eike listadas na Bovespa.