Tamanho do texto

Valor médio das dívidas incluídas em junho foi de R$ 1.416, alta de 3,28% em relação a maio

Agência Estado

A baixa foi de 0,8% na passagem de maio para junho e de 1,3% na comparação dos últimos 12 meses
Thinkstock/Getty Images
A baixa foi de 0,8% na passagem de maio para junho e de 1,3% na comparação dos últimos 12 meses

O número de novos inadimplentes recuou 2,4% no primeiro semestre ante o mesmo período de 2012, descontados os efeitos sazonais, anunciou nesta quarta-feira (10) a Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

-Veja também: Telecheque: Inadimplência com cheques cai 9,86% em junho

A baixa foi de 0,8% na passagem de maio para junho e de 1,3% na comparação dos últimos 12 meses com os 12 anteriores.

De acordo com a Boa Vista Serviços, ao longo do primeiro semestre de 2013, os registros de inadimplentes mantiveram a tendência de queda iniciada no fim de 2012, "resultante das melhores condições de crédito da economia, do aumento na renda da população e da manutenção da taxa de desemprego significativamente abaixo de sua média histórica".

Além disso, a Boa vista afirmou que, dada a expectativa de um menor ciclo de aperto monetário, somada às boas perspectivas para o ano do mercado de trabalho do Brasil, o indicador deve continuar a desacelerar, para fechar 2013 com números levemente inferiores aos de 2012.

O valor médio das dívidas incluídas em junho foi de R$ 1.416 o que corresponde a uma alta de 3,28% em relação ao apurado em maio, após a realização de ajustes de sazonalidade e inflação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.