Tamanho do texto

Porém contratações nas fábricas registraram o ritmo mais rápido desde janeiro

Reuters

A produção industrial britânica manteve-se inalterada em maio e as contratações nas fábricas registrou seu ritmo mais rápido desde janeiro, dando sinais de que a economia está se acelerando.

Leia também: França: Governo fecha maio com déficit de €72,6 bilhões de euros

O dado também mostrou nesta terça-feira (9) que o déficit comercial do Reino Unido piorou em maio, atingindo o maior nível em seis meses.

A produção no setor industrial - que responde por cerca de 15% da economia britânica - ficou estável na comparação com abril, abaixo da expectativa de alta de 0,2%, informou o Escritório Nacional de Estatísticas.

O escritório informou que em uma base anual, a produção industrial caiu 2,3%, comparado com expectativas de uma queda de 1,5%. Nos três meses até maio, a produção do setor industrial subiu 0,3%.

O escritório também disse que o déficit comercial da Grã-Bretanha cresceu de 8,430 bilhões de libras para 8,491 bilhões de libras em abril. Economistas previam uma diferença de 8,47 bilhões de libras.

(Por William Schomberg e David Milliken)

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.