Tamanho do texto

O BB ganhou três posições em um ano e atualmente é o 36º maior banco do mundo, conforme o ranking da revista "The Banker". Itaú recuou da 33º posição para o 39º lugar

Agência Estado

O Banco do Brasil é instituição financeira brasileira mais bem colocada em ranking dos maiores bancos do mundo
Getty Images
O Banco do Brasil é instituição financeira brasileira mais bem colocada em ranking dos maiores bancos do mundo

O Banco do Brasil (BB) ganhou três posições em um ano e atualmente é o 36.º maior banco do mundo, conforme o ranking de 2013 produzido pela revista britânica "The Banker". Em tendência contrária, os dois maiores concorrentes privados, Itaú Unibanco e Bradesco, perderam posições e caíram para 39º e 42º lugares da lista, respectivamente. Com isso, o BB passa a ser a instituição financeira brasileira mais bem colocada nesse estudo.

O ranking da revista britânica leva em conta os números de 2012 do total do chamado capital de nível 1 dos bancos - parcela do capital de melhor qualidade formado especialmente por ações, tanto ordinárias como preferenciais. Por esse critério, o capital do BB cresceu 12,3% em um ano, para US$ 36,301 bilhões. Com esse capital, a casa avançou do 39º lugar no ranking de 2012 para o 36º posto em 2013, ficando entre o francês Credit Mutuel (35º) e o alemão Commerzbank (37º).

Veja também: Bancos vão oferecer novos pacotes de tarifas a partir de hoje; conheça

A pesquisa mostra ainda que o Itaú Unibanco registrou queda do capital de nível 1 de 7,9% em um ano, para US$ 35,176 bilhões. Com isso, a casa que era líder entre os brasileiros em 2012 recuou da 33º posição para o 39º lugar, sendo ultrapassada pelo BB. No caso do Bradesco, o capital aumentou 3,3% no ano, para US$ 32,337 bilhões. Mesmo assim, o aumento não foi capaz de impedir a queda da instituição, que passou de 40º para 42º no ranking dos maiores do mundo.  

Ativos

A pesquisa mostrou ainda o ranking dos bancos pelo critério de volume de ativos. Com esse corte, o BB também lidera entre os brasileiros, com US$ 554,962 bilhões, valor que cresceu 7,6% em um ano e colocou a instituição financeira federal como a 43ª maior em ativos do mundo. No 46º posto global desse ranking, está o Itaú Unibanco, com US$ 495,566 bilhões em ativos, montante que cresceu 13,6% em um ano. Já o Bradesco ocupa do 48º posto, com US$ 391,395 bilhões em ativos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.