Tamanho do texto

Contrato mais negociado, para agosto, perdeu US$ 45,30 (3,55%), a US$ 1.229,80

Agência Estado

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em forte queda nesta quarta-feira (26), atingindo o menor nível em quase três anos. O metal continua pressionado pelos receios de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) comece em breve a reduzir as ações de estímulo.

-Veja também: ouro fecha no menor nível desde setembro de 2010

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para agosto, perdeu US$ 45,30 (3,55%), fechando a US$ 1.229,80 a onça-troy, o menor nível desde 23 de agosto de 2010.

Com a queda desta quarta-feira (26), as perdas do ouro em 2013 chegam a, aproximadamente, 27%
Getty Images
Com a queda desta quarta-feira (26), as perdas do ouro em 2013 chegam a, aproximadamente, 27%

Com a queda desta quarta-feira (26), as perdas do ouro em 2013 chegam a, aproximadamente, 27%. Muitos traders e investidores não foram capazes de apontar uma causa específica para a forte retração desta terça, até porque o crescimento anualizado do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no primeiro trimestre foi revisado de 2,4% para 1,8%, o que poderia adiar a redução nos estímulos do Fed.

Participantes do mercado apontam para uma atividade incomum dos investidores da Ásia. Por volta das 22 horas desta terça-feira (26) (horário de Brasília), quando os mercados asiáticos abriram, quase 3 mil contratos foram negociados no sistema eletrônico da Comex, um volume muito alto mesmo para o horário da sessão tradicional.

Com isso, a queda do metal desencadeou ordens de venda automáticas, acentuando as perdas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.