Tamanho do texto

Ibovespa encerrou o dia aos 45.965,05 pontos, menor nível desde 28 de abril de 2009

Agência Estado

A Bovespa abriu a última semana do mês e do semestre com queda e oscilou em boa parte do dia abaixo dos 46 mil pontos, pressionada por Vale, Petrobras, OGX e siderúrgicas. As notícias da China se juntaram aos temores recentes sobre a retirada de estímulos pelo banco central dos Estados Unidos, e os mercados globais tiveram mais um dia de aversão a risco.

-Veja também: dólar cai pelo segundo dia seguido e fecha a R$ 2,224

O Ibovespa encerrou o pregão desta segunda-feira (24) em baixa de 2,32%, aos 45.965,05 pontos, menor nível desde os 45.821 pontos em 28 de abril de 2009. Na mínima, na hora do almoço, registrou 45.406 pontos (-3,51%) e, na máxima, 47.039 pontos (-0,04%).

No mês, acumula perda de 14,09% e, no ano, de 24,59%. O giro financeiro totalizou R$ 9,068 bilhões. Os dados são preliminares.

No mês, o Ibovespa acumula perda de 14,09% e, no ano, de 24,59%
Getty Images
No mês, o Ibovespa acumula perda de 14,09% e, no ano, de 24,59%

O recuo desta sessão teve origem na China, por causa das preocupações com a escassez de liquidez no seu mercado interbancário.

Nos EUA, os índices acionários chegaram a reduzir as perdas no meio da tarde, após declarações do presidente do Fed de Minneapolis, Narayana Kocherlakota, de que o banco central dos EUA deveria adotar um sistema de "gatilhos" para definir a política das compras de bônus. Para ele, as compras devem continuar pelo menos até a taxa de desemprego cair para 7%.

O Dow Jones terminou em queda de 0,94%, aos 14.659,56 pontos; o S&P recuou 1,21%, para 1.573,09 pontos; e o Nasdaq terminou com desvalorização de 1,09%, aos 3.320,76 pontos.

Na Bovespa, as ações da Vale foram as mais castigadas. A ON despencou 5,12% e a PNA deslizou 5,48%, voltando para níveis de 2009. As siderúrgicas tiveram comportamento semelhante e Usiminas PNA liderou a queda do Ibovespa, com retração de 7,90%. A ON da empresa caiu 5,56%, Gerdau PN recuou 5,34%, Metalúrgica Gerdau PN perdeu 5% e CSN ON cedeu 3,73%.

Petrobras, que superava 4% de perdas no final da manhã, terminou com baixa de 3,53% na ON e de 3,34% na PN.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.