Tamanho do texto

Possível redução de estímulo nos EUA espalhou temores sobre o aumento das taxas de juros

Agência Estado

O ouro tem dificuldades para competir com ativos que rendem juros quando as taxas sobem
BBC
O ouro tem dificuldades para competir com ativos que rendem juros quando as taxas sobem

Os contratos futuros do petróleo fecharam nesta sexta-feira (21) em alta, mas encerraram a semana em queda de quase US$ 100 por causa da redução potencial das compras de bônus do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) ainda em 2013, que espalhou temores sobre aumento das taxas de juros.

-Veja também: ouro fecha no menor nível em mais de dois anos e meio

O ouro tem dificuldades para competir com ativos que rendem juros, como os bônus, quando as taxas sobem, uma vez que não paga nada em troca além de ganhos de capital. A alta leve do contrato nesta sexta-feira (21) foi resultado da caça por pechinchas, afirmaram analistas.

O contrato do ouro para agosto subiu US$ 5,80 (0,5%) e fechou cotado em US$ 1.292,10 a onça-troy. Na semana, o ouro acumulou perda de US$ 95,60. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.