Tamanho do texto

Caça por barganhas e queda no volume de negociações em alguns pregões antes da reunião de política monetária do Federal Reserve Bank, dos EUA, colaborou com os resultados

Agência Estado

Homem come sanduíche enquanto passa em frente a painel da bolsa de Tóquio
AP Photo/Koji Sasahara
Homem come sanduíche enquanto passa em frente a painel da bolsa de Tóquio

Os mercados de ações da Ásia fecharam em direções divergentes nesta segunda-feira, com caça por barganhas e queda no volume de negociações em alguns pregões antes da reunião de política monetária do Federal Reserve Bank, dos EUA.

O principal evento programado para esta semana é a declaração do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) sobre a política monetária do banco central dos EUA. As ações em vários mercados regionais superaram um início agitado da sessão e foram consolidando ganhos ao longo do dia em meio a um certo otimismo em relação ao resultado da decisão política do Federal Reserve, especialmente sobre o ritmo de suas compras mensais de títulos.

"O resultado mais provável é que o Fed reafirmará que o desemprego continua elevado, vários indicadores cruciais continuam a divergir e a economia dos EUA ainda não está firme. Tudo isso deve levar o Fed a manter a linha do [programa de] estímulo de US$ 85 bilhões, com uma redução a ser reavaliada em três a quatro meses", disse o estrategista Evan Lucas, da IG Markets.

As ações na Austrália fecharam em alta, com os bancos liderando a recuperação após as quedas da semana passada. O índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, subiu 0,7%, para 4.825,9 pontos.

Em Hong Kong, o mercado foi elevado por uma recuperação em incorporadoras imobiliárias, que recentemente haviam sido atingidas por temores sobre um aumento nas taxas de juros dos EUA. A Henderson Land Development subiu 3,6% e a Land Sino ganhou 3,9%, levando o índice Hang Seng para uma alta de 1,2%, aos 21.225,90 pontos.

As ações em Taiwan fecharam em terreno positivo, acompanhando a recuperação na maior parte dos mercados da região após baixas recentes. O índice Taiwan Weighted fechou em alta de 0,7%, aos 7.992,89 pontos. A HTC avançou 2,1% e a Hon Hai cedeu 2,1%. A TSMC terminou estável.

O índice Kospi, da Bolsa de Seul, cedeu 0,3%, aos 1.883,10 pontos, conseguindo fechar acima do nível de sustentação de curto prazo de 1.870 pontos, mas ainda abaixo da marca de 1.900 pontos, um nível que os analistas dizem que é essencial para restaurar a confiança dos investidores. O volume de operações permaneceu relativamente fraco, à medida em que os investidores esperam os comentários do Fed sobre seu programa de relaxamento monetário. A Samsung Electronics continuou seu declínio e terminou em queda de 0,2%, após uma frágil tentativa de recuperação no início da sessão.

O volume de negócios nas Filipinas também foi baixo por causa da cautela antes da reunião do Fed, no entanto as ações fecharam em alta com caça por pechinchas. O índice PSEi subiu 1,6% para 6.339,41 pontos.

Já na China, as ações fecharam em queda, uma vez que as preocupações sobre a desaceleração do crescimento do país pesaram sobre o pregão. Contudo, a caça por barganhas em empresas menores, especialmente, no setor de tecnologia ambiental limitou as perdas.

O índice Xangai Composto recuou 0,3%, para 2.156,22 pontos, e o índice Shenzhen Composto subiu 0,2%, para 977,66 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.