Tamanho do texto

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,3%, para 1.194 pontos

Reuters

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,3%
EFE
O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,3%

As ações europeias tiveram forte alta nesta sexta-feira, revertendo perdas iniciais depois de dados de emprego nos Estados Unidos mostrarem que a economia está crescendo modestamente, mas não o suficiente para incentivar o banco central norte-americano a diminuir seu programa de estímulo.

Veja mais: Bolsas asiáticas fecham em queda

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subiu 1,3%, para 1.194 pontos, anulando parte das perdas registradas durante a semana.

Dados mostraram que a economia dos Estados Unidos criou 175 mil postos de trabalho em maio , pouco acima da mediana da estimativas em pesquisa da Reuters, enquanto a taxa de desemprego subiu para 7,6%. O Fed explicitamente ligou a saúde do mercado de trabalho à continuação de sua política monetária ultra-frouxa, o que tem impulsionado as ações.

"Muitas pessoas não ficaram num humor de aversão ao risco esta semana, e nós podemos ver essas pessoas voltarem nos próximos dias. Apenas olhe para o índice de volatilidade", afirmou David Thebault, do Global Equities.

Veja também: Bolsa de Valores tem recorde de pessoas físicas em maio

O índice de volatilidade Euro STOXX 50, conhecido como a "medida de apreensão" da Europa, afundou 10,1%, sinalizando uma queda na aversão ao risco dos investidores após a divulgação dos dados.

O rali foi generalizado, com as ações do setor financeiro entre as maiores altas das blue-chips. O Deutsche Bank ganhou 3,8%, o Crédit Agricole avançou 3 por cento e o UBS teve alta de 3,4%.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 1,2%, a 6.411 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,92%, para 8.254 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,53%, a 3.872 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve alta de 1%, para 16.691 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 expandiu 0,61%, a 8.266 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,98%, para 5.850 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.