Tamanho do texto

As ações de Hong Kong recuaram 1,05%, marcando o sexto dia de perdas em sete dias, com o mercado em Xangai também cedendo 1,27%

Reuters

As ações globais têm sido afetadas recentemente por preocupações com o estímulo do Fed
ASSOCIATED PRESS/AP
As ações globais têm sido afetadas recentemente por preocupações com o estímulo do Fed

As ações asiáticas caíram para novas mínimas de 2013 nesta quinta-feira, à medida que a crescente incerteza sobre se o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, irá diminuir seu estímulo este ano mantinha os mercados agitados.

Às 7h37 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,96%, chegando a atingir o menor nível desde o final de novembro. O índice havia interrompido uma sequência de quatro dias de perdas na terça-feira.

Veja mais: "Os brasileiros nunca têm consciência da atratividade que eles têm lá fora"

As ações globais têm sido afetadas recentemente por preocupações com o estímulo do Fed, uma série de dados fracos na China e mais evidências de uma retração profunda na Europa. As intensas vendas nas ações japonesas nas últimas duas semanas amplificaram o humor negativo, uma vez que isso ameaça os esforços ambiciosos das autoridades japonesas para reanimar a terceira maior economia do mundo.

As ações australianas, seguindo a queda de Wall Street, caíram 1,12%, depois de atingirem o menor nível em quatro meses e meio mais cedo. As ações de Hong Kong recuaram 1,05%, marcando o sexto dia de perdas em sete dias, com o mercado em Xangai também cedendo 1,27%.

Veja também: Para 85% das brasileiras, ida ao salão é arma para se dar bem na carreira

O índice japonês Nikkei encerrou em queda de 0,85% num dia volátil. O índice chegou a cair 1,2% para o menor nível em dois meses mais cedo, e então se recuperou, avançando 1,7% antes de anular todos os ganhos.

A bolsa de Taiwan caiu 1,05%, enquanto Cingapura retrocedeu 1,54%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.