Tamanho do texto

O governo da cidade de Buenos Aires começou a trabalhar em seu CPI em novembro de 2008 com base em critérios internacionais, afirmou o ministério de Finanças da cidade

Agência Estado

Buenos Aires
Prefeitura de Buenos Aires
Buenos Aires

O governo da cidade de Buenos Aires lançou seu próprio índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) por causa da desconfiança generalizada sobre os dados do governo federal.

Segundo o próprio CPI da capital, a alta acumulada nos preços ao consumidor durante os quatro meses encerrados em 30 de abril ficou em 7,1%.

Veja também: Lista de congelamento de preços na Argentina inclui vinho e creme de beleza

Já o Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (Indec) disse que a inflação medida pelo seu CPI federal subiu 3,1% durante o mesmo período. O CPI do Indec coleta amostras de preços na capital, cuja população é de cerca de 2,9 milhões, e na área urbana nos arredores na província de Buenos Aires, que é o lar de cerca de 10 milhões de pessoas.

O governo da cidade de Buenos Aires começou a trabalhar em seu CPI em novembro de 2008 com base em critérios internacionais, afirmou o ministério de Finanças da cidade em um comunicado na noite de domingo.

O CPI da cidade mediu preços de 628 produtos e serviços vendidos por cerca de 3.200 empresas na capital, segundo o ministério. Fonte: Dow Jones Newswire.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.