Tamanho do texto

A empresa de Nelson Tanure passou a deter menos de 1,5% da empresa de telecomunicações, o que dá "à controladora o direito de rescindir o acordo de acionistas"

Reuters

A empresa de telefonia TIM Participações anunciou nesta sexta-feira o fim do acordo de acionistas com a JVCO Participações, do empresário Nelson Tanure.

A JVCO passou a deter menos de 1,5% da empresa de telecomunicações, o que dá "à controladora o direito de, a seu exclusivo critério, rescindir imediatamente o acordo de acionistas", diz o documento.

Veja também:  Anatel investiga TIM por atraso em fim de promoção

A JVCO, parte da Docas Investimentos, de Tanure, era a antiga controladora indireta da operadora Intelig, comprada pela TIM em 2009. O pagamento foi feito com ações da TIM, na época o equivalente a cerca de 6% do capital.

Em outubro, a JVCO anunciou ter acionado a Justiça do Rio de Janeiro pedindo por indenização com base em uma postura que alegava ser de abuso de poder por parte da Telecom Italia, controladora da TIM, que teria causado prejuízos à companhia brasileira e a seus acionistas. Isso aconteceu uma semana após ter acusado a TIM de irregularidades em seu balanço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.