Tamanho do texto

Índice fechou a sexta em baixa de 0,44% aos 61.007 pontos, mas subiu 2,35% na semana

A Bovespa cedeu à realização de lucros nesta sexta-feira, pressionada pelo impasse nas negociações fiscais nos Estados Unidos, mas conseguiu garantir sua terceira alta semanal consecutiva e caminha para registrar seu melhor desempenho mensal desde janeiro.

O Ibovespa encerrou a sessão em baixa de 0,44%, a 61.007 pontos. A proximidade das festas de fim de ano reduziu a liquidez do pregão --o giro foi de R$ 6,53 bilhões, ante média diária de R$ 7,3 bilhões em 2012.

Ainda assim, o índice acumulou alta de 2,35% na semana e de 6,15% em dezembro. Faltando apenas três pregões para o fim do ano, o Ibovespa acumula valorização de 7,5% em 2012, no que deve ser o melhor resultado anual desde 2009.

Nesta sessão, a piora do cenário externo contaminou os negócios na bolsa paulista, com investidores cada vez menos esperançosos de que democratas e republicanos conseguirão chegar a um acordo a tempo de evitar uma crise fiscal nos EUA.

"O problema é que o mercado criou uma expectativa positiva nos últimos dias, de que as negociações estavam evoluindo e de que se chegaria a um acordo antes do fim do ano, mas agora isso parece cada vez mais difícil", disse o economista Silvio Campos, da Tendências Consultoria, em São Paulo.

"O risco aumentou, embora ainda seja mais provável que republicanos e democratas alcancem algum acordo, porque do contrário seria muito ruim para todos", acrescentou.

Se nada for feito, cerca de 600 bilhões de dólares em cortes de gastos e aumentos de impostos entrarão automaticamente em vigor no início de 2013 nos EUA, ameaçando jogar a maior economia mundial novamente em recessão.

Em Nova York, o índice Dow Jones tinha queda de 1% e o S&P 500 perdia 1,02% às 17h54 (horário de Brasília). Mais cedo, o principal índice europeu de ações fechou em queda de 0,32%.

Na bolsa paulista, o setor de commodities pesou no Ibovespa. A preferencial da Vale caiu 0,76%, a R$ 40,50, e a da Petrobras perdeu 1,71%, a R$ 20,69. OGX teve baixa de 0,70%, a R$ 4,25.

A empresa de varejo eletrônico B2W e a incorporadora Gafisa lideraram as perdas do índice, com quedas de 5,2 e 2,68%, respectivamente.

Em sentido oposto, empresas do setor elétrico foram destaques positivos do índice.

AES Eletropaulo disparou 9,54% após anunciar pagamento de 54,3 milhões de reais em juros sobre capital próprio.

Cemig subiu 6,05%, seguindo o anúncio de pagamento de um total de R$ 3,3 bilhões em dividendos extraordinários e juros sobre capital próprio.


    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.