Tamanho do texto

O índice fechou com alta de 0,67% a 1.131 pontos, maior valor de fechamento desde maio de 2011 e acumula alta de cerca de 13% no ano

Reuters

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, atingiu sua máxima de fechamento em 18 meses nesta quinta-feira, com aspectos técnicos positivos, melhorando a perspectiva econômica mundial e valorizações atraentes aumentando o apelo dos papéis.

O índice fechou com alta de 0,67% a 1.131 pontos, maior valor de fechamento desde maio de 2011. Ele acumula alta de cerca de 13% até agora neste ano e avançou quase 20% desde junho.

"Ainda temos alguns riscos, mas a magnitude dos riscos diminuiu e estamos lidando melhor com eles. As ações têm tido valores bastante atraentes e essa é uma das razões porque as pessoas têm alocado mais dinheiro nesses papéis", disse o gestor de fundo do Swisscanto Asset Management, Ben Hauzenberger.

"Essas companhias que têm uma boa posição em termos de capacidades de exportação devem se beneficiar com o avanço. O setor de software é um local interessante, já que as companhias são globais e suas estruturas de custo são baixas".

Setores mais expostos ao crescimento econômico foram alvo de demanda. O índice de matérias-prima avançou 1,56%. Ações ligadas à indústria química registraram oscilação positiva de 1,85%, auxiliado por uma alta de 3,41% no papel da Bayer após seu produto para os olhos Eylea ser submetido para a aprovação da União Europeia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.