Tamanho do texto

Em 2008, o governo britânico injetou 45,5 bilhões de libras no RBS e ficou com uma participação de 82% no banco

Reuters

O Royal Bank of Scotland vai demorar dez anos para voltar a ser uma propriedade totalmente privada, prevê o banco controlado pelo Estado, noticiou o Times nesta segunda-feira.

O banco acredita que estará em condições de pagar dividendos no fim de 2014, segundo o jornal, sem citar fontes.

Após 18 meses extras para fortalecer o banco, altos executivos do RBS acreditam que o banco voltará ao setor privado em quatro ofertas ao longo de dez anos, cada uma acima de 10 bilhões de libras (16 bilhões de dólares), segundo o jornal britânico.

Em 2008, o governo britânico injetou 45,5 bilhões de libras no RBS e ficou com uma participação de 82 por cento no banco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.