Tamanho do texto

O índice Nikkei, do Japão, subiu 0,48%, para o maior nível de fechamento em sete meses, com ganho de 5,8% em novembro

Reuters

As ações asiáticas atingiram o maior nível em nove meses nesta sexta-feira, ao passo que a valorização de ações globais criaram um tom otimista, mas os fluxos eram amplamente guiados por ajustes de posição de fim de mês e de ano, com investidores realizando lucros nas altas e comprando nas baixas.

Às 8h (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,52 por cento, para o maior nível desde 1 de março, caminhando para um ganho mensal de 2,1 por cento.

"Apenas parece um daqueles dias de apetite por risco, em que os investidores correm para ações que eles acham que lhes darão mais valor", disse o estrategista de mercado do IG Markets Stan Shamu.

As ações australianas avançaram 0,63 por cento, para uma nova máxima em três semanas, ajudadas por ações nos setores de mineração e de bancos devido a preços maiores de metais e um encerramento mais alto em Wall Street.

As ações de Xangai tiveram ganhos de 0,85 por cento, o primeiro ganho da semana depois de ter recuado para o menor nível em quase quatro anos no começo desta semana, enquanto Hong Kong avançou 0,49 por cento. As ações indianas registravam alta de 0,76 por cento, o maior nível em 19 meses.

O índice Nikkei do Japão subiu 0,48 por cento, para o maior nível de fechamento em sete meses, registrando o melhor mês desde fevereiro, com ganho de 5,8 por cento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.