Tamanho do texto

Novas regras de capital mais rigorosas são resposta de autoridades regulatórias à crise financeira de 2007 e obrigam bancos a triplicarem capital

Reuters

GUBBIO - Bancos europeus pediram à Comissão Europeia que adiasse em um ano, para 2014, a entrada em vigor das regras de capital mais rigorosas, já que reguladores dos Estados Unidos previram que tais normais não valerão já em 2013.

LEIA TAMBÉM:
Saiba o que são os acordos de Basileia
Adaptação de bancos a acordo de Basileia 3 abre opções de crédito

As regras mais duras, conhecidas como Basileia III, são uma resposta das autoridades regulatórias do mundo inteiro à crise financeira de 2007 a 2009 e obrigarão os bancos a triplicarem, para evitar a necessidade de mais resgates, o capital que mantêm consigo.

A Federação Europeia dos Bancos pediu, em carta na quarta-feira (21) ao comissário interino de Mercados da União Europeia, Michel Barnier, que Basileia III entrasse em vigor mais tarde, alegando que os bancos europeus ficariam em desvantagem em relação aos norte-americanos.

"Nossos concorrentes nos Estados Unidos não terão que atender às obrigações impostas a eles ao mesmo tempo nem em um futuro próximo", afirmou a FEB, pedindo que as normas entrem em vigor em 1o de janeiro de 2014. Um porta-voz de Barnier disse que a UE tentará coorderar o cronograma com os Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.