Tamanho do texto

O Ibovespa subiu 0,74%, a 57.486 pontos, com destaque para Gafisa, que subiu 6,32% na sessão que marcou sua maior alta diária desde 11 de outubro

Reuters

O principal índice acionário da Bovespa acompanhou a melhora externa e encerrou a terça-feira em alta, impulsionado pelo avanço das ações da construtora e incorporadora Gafisa após resultado do terceiro trimestre.

- Dólar sobe 0,86% ante o real, maior alta em quase 2 meses

O Ibovespa subiu 0,74%, a 57.486 pontos, colocando fim a uma sequência de quatro pregões de queda. Após o fraco volume da véspera, o giro financeiro da sessão foi de R$ 6,18 bilhões.

Após passar boa parte do dia no vermelho e cair 0,8% na mínima do dia, o mercado brasileiro migrou para o campo positivo pela tarde, seguindo de perto a dinâmica externa.

Em meio a persistentes incertezas sobre a liberação de mais ajuda internacional para a Grécia, a notícia de que a Alemanha está estudando o pagamento de três parcelas do socorro ao país de uma única vez caiu bem nos mercados.

Em Nova York, o índice Dow Jones subia 0,05% às 17h47 (horário de Brasília), enquanto o S&P 500 tinha alta de 0,16%. Mais cedo, o principal índice acionário europeu fechou em alta de 0,44%.

"Os mercados melhoraram a partir dessa notícia sobre a Grécia, mas o clima ainda é muito ruim", disse o sócio na Órama Investimentos Álvaro Bandeira no Rio de Janeiro.

"Ainda não se resolveu o problema da Grécia, da Espanha, da Itália, a Alemanha está sendo contaminada, Japão entrando em recessão... O cenário não é bom."

A reta final da temporada de resultados corporativos no Brasil também repercutiu nas ações brasileiras. Destaque para Gafisa, que subiu 6,32% na sessão --foi a maior alta diária desde 11 de outubro.

Investidores gostaram do resultado da construtora no terceiro trimestre --a Gafisa saiu de prejuízo para lucro líquido de 4,8 milhões de reais entre julho e setembro, ensaiando recuperação com menor pressão de Tenda.

Cteep registrou sua maior alta diária em quatro anos nesta terça-feira, ao avançar 9,93%. A transmissora de energia informou na véspera que vai propor aos acionistas que rejeitem a renovação antecipada da concessão elétrica que vence em 2015.

Dentre as blue chips, a preferencial da mineradora Vale subiu 0,75%, a 36,30 reais, e a da Petrobras teve leve alta de 0,15%, a 20,47 reais. Já OGX caiu 2,45%, a 4,78 reais.

Dasa caiu 5,33%, a 13,15 reais, após a rede de medicina diagnóstica ter reportado fraco resultado trimestral, segundo avaliação de analistas do JPMorgan em relatório.

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.