Tamanho do texto

Banco suíço avalia corte adicional de custos e estratégia para tentar devolver mais capital aos acionistas e ou aumentar de forma significativa sua base de capital

Reuters

As ações do banco suíço UBS subiam perto de 5 por cento nesta segunda-feira, após notícias de que a instituição anunciará o corte de até 10 mil empregos e a cisão de suas operações de renda fixa.

O presidente-executivo do UBS, Sergio Ermotti, deve anunciar a reestruturação radical ao reportar o resultado trimestral do banco na terça-feira, mas as notícias dos planos começaram a vazar na noite de sexta-feira passada.

"As mudanças que estão sendo discutidas pela mídia, se forem verdade, representariam uma mudança transformacional para o UBS", disseram analistas do Espirito Santo Investment Bank em relatório a clientes.

"Não é apenas um exercício de corte adicional de custos, mas uma estratégia que permitiria ao banco devolver mais capital aos acionistas e ou aumentar de forma significativa sua base de capital", acrescentaram.

As ações do UBS subiam 4,91 por cento às 9h35 (horário de Brasília).