Tamanho do texto

Queda no volumes de negócios nos Estados Unidos e nos países nórdicos afetou o desempenho da companhia que opera a bolsa de ações de empresas de tecnologia

Reuters

O lucro do grupo Nasdaq OMX caiu 18% no terceiro trimestre, devido, em parte, a uma queda nos volumes de negócios nos Estados Unidos e na região nórdica, informou a operadora de bolsas nesta quarta-feira.

A companhia teve lucro de US$89 milhões, ou US$0,52 por ação, contra US$109 milhões, ou US$0,61 por ação, um ano antes. A receita líquida caiu 6%, para US$409 milhões, enquanto analistas esperavam US$411,9 milhões.

Excluindo despesas legais e relacionadas à reestruturação da empresa e outros itens, o lucro foi de US$0,62 por ação, US$0,02 acima da previsão média de analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

"Nossa estratégia de construir uma franquia diversificada que gera substanciais receitas recorrentes e fluxo de caixa, mesmo com o cenário de quedas nos volumes nos EUA e na região nórdica em mais de 30% ano a ano, está claramente dando resultados", disse o presidente-executivo da Nasdaq, Bob Greifeld, em comunicado.

A operadora disse que os volumes de negócios caíram por conta de uma queda na volatilidade frente a um ano antes, quando incertezas cercando os problemas da dívida nos EUA e na Europa geraram grande atividade de negócios.

As despesas operacionais caíram para US$239 milhões, contra US$241 milhões um ano antes. A Nasdaq reduziu a meta de 2012 para gastos operacionais para uma variação de US$922 milhões a US$935 milhões, comparada a entre US$935 milhões e US$965 milhões anteriormente.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.