Tamanho do texto

Custos de empréstimo do país, que está sob pressão para buscar um resgate soberano, avançaram nesta terça depois que a agência Moody's rebaixou cinco regiões espanholas

Reuters

O índice europeu de ações FTSEurofirst 300 caiu para o menor nível em mais de um mês e meio nesta terça-feira, afetado por preocupações com resultados corporativos fracos e com a crise da dívida da Espanha.

Segundo dados preliminares, o índice encerrou em queda de 1,7%, para 1.089 pontos --o menor nível de fechamento desde 5 de setembro, quando registrou 1.079 pontos.

O índice de blue chips da zona do euro Euro STOXX 50 também caiu 2,1%, para 2.478 pontos, enquanto o índice de volatilidade Euro STOXX 50 subiu 10%, destacando a incerteza dos investidores com as perspectivas do mercado.

TambémConfiança do consumidor da zona do euro tem leve alta em outubro

Os custos de empréstimo da Espanha, que está sob pressão para buscar um resgate soberano, avançaram nesta terça-feira depois que a agência de classificação de risco Moody's rebaixou cinco regiões espanholas.

"O realismo está começando a afetar", afirmou o chefe de ações do Bastion Capital, Adrian Slack, que recomendou vender ações em qualquer sinal de alta do mercado, em vez de comprar em quedas.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 1,44%, a 5.797 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 2,11%, para 7.173 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 2,20%, a 3.406 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib cedeu 1,81%, para 15.578 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 teve queda de 1,64%, a 7.747 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 retrocedeu 1,34%, para 5.395 pontos.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.