Tamanho do texto

Apesar da ligeira alta no pregão desta sexta-feira e do mercado ainda travado pela sombra do BC, a moeda norte-americana acumulou perdas de 0,61% na semana, valendo R$ 2,02

Reuters

O dólar encerrou praticamente estável ante o real nesta sexta-feira em mais um dia de baixa volatilidade e menor volume no mercado, com investidores cautelosos e pouco interessados em fazer grandes operações diante dos temores sobre eventuais intervenções do Banco Central.

A moeda norte-americana fechou com leve alta de 0,04%, a R$ 2,0284 na venda. Durante o dia, a moeda oscilou entre R$ 2,0265 e R$ 2,0300.

Segundo dados da BM&F, o volume negociado na sessão foi de US$ 1,472 bilhão.

Apesar da ligeira alta no pregão desta sexta-feira e do mercado ainda travado pela sombra do BC, a moeda norte-americana acumulou perdas de 0,61% na semana, tendo registrado uma série de leves quedas nas cinco sessões anteriores.

"O mercado ficou travado quase o dia inteiro (nesta sexta-feira). Estamos com poucos negócios. Acho que o mercado se acomodou e sabe que se cair mais perto de R$ 2 o BC pode atuar", avaliou o operador de câmbio da B&T Corretora Marcos Trabbold.

"Acredito que a tendência é que o dólar continue em torno desse patamar", acrescentou.

O mercado consolidou R$ 2 como um piso informal depois que o BC interveio com força em meados de setembro para evitar que a divisa caísse abaixo desse nível.

No início de outubro, a autoridade monetária voltou a atuar, mas anunciou a intervenção com o dólar em um nível um pouco mais distante do piso, em torno de R$ 2,016.

A pressão externa da última sessão desta semana, no entanto, apontava para a valorização do dólar.

Os mercados internacionais estão mais pessimistas devido a resultados corporativos fracos e também com incertezas sobre a Espanha, que vacila entre pedir ou não um resgate à zona do euro que ativaria o programa de compra de títulos do Banco Central Europeu (BCE).

Nos EUA, as bolsas tiveram ainda fortes quedas diante de resultados trimestrais ruins, principalmente do setor de tecnologia.

Às 17h56, o dólar tinha alta de 0,31% ante a uma cesta de divisas. Enquanto isso, o euro caía 0,29% ante a divisa dos EUA.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.