Tamanho do texto

Ganho líquido do maior banco de custódia do mundo foi de US$720 milhões ante US$651 milhões um ano antes

Reuters

O BNY Mellon informou nesta quarta-feira que o lucro do terceiro trimestre subiu 11%, superando as expectativas de analistas, depois que a instituição recebeu um impulso de aumento de comissões em gestão de recursos e serviços de investimento.

O lucro líquido para o maior banco de custódia do mundo foi de US$720 milhões, ou US$0,61 por ação, ante US$651 milhões, ou US$0,53 por ação, um ano antes.

Analistas, em média, esperavam que o banco tivesse lucro de US$0,54 por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.