Tamanho do texto

Também persiste especulação sobre se a Espanha está perto de solicitar ajuda financeira

Reuters

Ganhos em ações de empresas financeiras levaram os mercados acionários europeus a fecharem em alta nesta terça-feira, ainda com a persistente especulação sobre se a Espanha está perto de solicitar ajuda financeira.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 1,36%, aos 1.113 pontos. O índice da zona do euro STOXX 50 subiu 2,5%, para 2.547 pontos.

Uma reportagem da Bloomberg afirmando que a Alemanha pode estar aberta à procura da Espanha por uma linha de crédito de precaução do fundo de resgate da região também ajudou a dar suporte para as ações, alem de ajudar na alta do euro e na estabilidade dos yields de títulos espanhois.

O índice de bancos da Europa, o STOXX Europe 600, teve a melhor performance entre os setores, subindo 2,9% depois que lucros melhores do que o esperado da Goldman Sachs, em Wall Street, impulsionaram as ações.

"Nós estamos um pouco mais positivos no momento e mais orientados em termos de carteiras", avaliou o chefe de investimentos da KBL Switzerland, Philippe Carette. "Nós estávamos muito na defensiva, mas adicionamos mais ações de financeiras nas carteiras", acrescentou.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 1,12%, a 5.870 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX teve alta de 1,58%, para 7.376 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 2,36%, a 3.500 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 2,53%, para 15.985 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 subiu 3,41%, a 7.940 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve ganhos de 1,28%, para 5.419 pontos.

(Reportagem de Sudip Kar-Gupta)