Tamanho do texto

Taxa de câmbio do yuan está próxima da taxa de equilíbrio, de acordo com vice-presidente do Banco do Povo da China

Agência Estado

O vice-presidente do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês), Yi Gang, defendeu nesta sexta-feira a administração da economia chinesa feita pelo BC e previu que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) ficará em torno de 7,8% em 2012.

O vice-presidente do PBoC lidera a legação chinesa presente na reunião do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Tóquio, após o presidente da instituição, Zhou Xiaochuan, ter deixado o cargo aparentemente devido às tensões entre a China o Japão por causa de disputas por ilhas.

Yi Gang afirmou que a China adotou um pacote com uma série de medidas deste o verão para dar suporte ao crescimento, que estão focadas em projetos de investimentos que vão melhorar a vida da população. Ele previu que os resultados dessas medidas vão começar a aparecer no quarto trimestre.

O vice-presidente também reiterou que a taxa de câmbio do yuan está próxima da taxa de equilíbrio, embora ele tenha dito que "ninguém sabe realmente qual é o nível de equilíbrio." O PBoC "reduziu dramaticamente" as intervenções no mercado de câmbio, com as evidências de acumulo nas reservas em moeda estrangeira, afirmou Yi. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.