Tamanho do texto

País só perde para os Estados Unidos, segundo levantamento da Michael Page, que mostra que 41% dos CFOs brasileiros ganham mais de R$ 510 mil por ano

Os diretores financeiros (CFOs) do Brasil são os segundos mais bem remunerados do mundo, perdendo apenas para os norte-americanos, segundo pesquisa global da Michael Page, consultoria líder em recrutamento executivo especializado em média e alta gerência. 

   MAIS:  Conheça as 10 mulheres mais bem pagas do mundo

Enquanto nos Estados Unidos 49% dos diretores financeiros ganham mais de US$ 255 mil (cerca de R$ 510 mil) por ano, no Brasil 41% desses profissionais têm esta remuneração. 

Na Europa, por sua vez, apenas 13% dos CFOs ostentam salários dessa envergadura. Na América do Sul, o percentual é de 29%, o que coloca o Brasil em um patamar de remuneração bem acima da média do continente.

O que dá ao Brasil a segunda colocação, segundo a pesquisa, são os inúmeros investimentos estrangeiros, que necessitam um gestor financeiro a altura e da demanda ser maior que a oferta. Na opinião de Ricardo Guedes, diretor da Michael Page, o bom momento das remunerações no Brasil irá continuar, pois os negócios continuam ocorrendo em grande escala.

Veja também:  Executivos financeiros esperam bônus menores


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.