Tamanho do texto

O giro financeiro do leilão de compra das ações da CCDI foi de R$190,4 milhões

Reuters

A Camargo Corrêa foi bem-sucedida em sua oferta nesta terça-feira para tirar a controlada Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI) da Bovespa, com adesão de cerca de 90% dos acionistas minoritários.

O giro financeiro do leilão de compra das ações da CCDI foi de R$190,4 milhões, e envolveu 34,49 milhões de papéis, segundo informações da bolsa paulista. A Camargo Corrêa está pagando R$5,52 por ação da CCDI.

A Camargo Corrêa anunciou em março que faria uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) pelas ações da CCDI, que atua no ramo de construção civil, informando que pagaria R$4,70 por papel, mas o valor foi elevado.

No mês passado, a Camargo Corrêa - que já tinha participação de cerca de 66% na CCDI - afirmou que a OPA representaria "uma oportunidade de liquidez" aos minoritários da CCDI, já que as ações tinham, historicamente, liquidez reduzida em bolsa.

Ontem, a ação da CCDI era cotada R$5,50, com queda de 0,36%, com volume financeiro de quase R$1,3 milhão. O papel não faz parte do Ibovespa, que tinha baixa de 0,52%.

A CCDI fez sua estreia na Bovespa em janeiro de 2007, com uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) primária e secundária de cerca de R$600 milhões.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.