Tamanho do texto

Loja virtual da empresa nos EUA projetava que as entregas do iPhone 5 levariam duas semanas para serem realizadas. Na Europa, prazo é ainda maior

Reuters

As ações da Apple subiam nesta sexta-feira, atingindo uma alta recorde, após a companhia ter informado que alguns clientes devem esperar de duas a três semanas pelo novo iPhone 5, sugerindo uma demanda global forte para o smartphone que representa metade de suas receitas.

A loja virtual da Apple nos Estados Unidos estava projetando que as entregas do iPhone 5 levariam duas semanas para serem realizados, e analistas disseram que a data foi alterada uma hora após as pré-vendas.

O site da companhia mostrou que compradores no Reino Unido, França e Alemanha teriam que esperar até três semanas para receber as encomendas. Os envios do iPhone 5 começam na próxima sexta-feira.

"Claramente, a febre do iPhone está a todo vapor", disse Brian White, analista da Topeka Capital. "Quando você faz uma pré-venda, a última coisa que você quer é aborrecer os clientes, então obviamente eles estão atolados de demanda. Ninguém quer vender tudo de uma vez em uma hora".

As ações da Apple subiam 1,6% às 16h08 (horário de Brasília), a US$ 693,88, após terem atingido a maior marca histórica de US$ 696,98 na sessão.

A Apple não estava disponível para comentários.

(Por Poornima Gupta e Sayantani Ghosh)